Justiça manda dividir o prêmio da Mega-Sena do ganhador de Joaçaba

Desde 2007 a demanda corre na justiça sobre o ou os ganhadores da mega-sena de Joaçaba – Santa Catarina. O caso bem conhecido na época foi entre patrão e empregado, que jogaram de sócios, ganharam, mas o patrão falou que o dinheiro era só dele e não aceitou a divisão.

Segundo o empregado que trabalhava na marcenaria, eles sempre jogavam de sócios e ele era quem fazia as apostas na lotérica, mas naquele dia, como o patrão foi para cidade, ele deu os números e mais R$ 1,50 para, que era a sua parte do jogo. Quando viu o resultado do sorteio e que os números que jogou saíram, correu para encontrar o patrão, só que já não encontrou ninguém na casa.

O empresário foi até a Caixa e recebeu parte do prêmio, cerca de 2 milhões e foi viajar. O empregado entrou na justiça que determinou o bloqueio do dinheiro até que fosse resolvido quem tinha razão.

Agora, depois de 5 anos, entre várias decisões em que eles teriam que dividir o prêmio e o patrão não aceitava e recorria, foi determinado a divisão do valor de 27 milhões de reais entre os dois.

Como ainda cabe recurso, ainda não se sabe se a história termina aqui.

Tanto dinheiro que os dois poderiam viver o restos de suas vidas passeando e gastando, mas a ganância de um em não abrir mão, não sei se com razão ou não, mas correm o risco de um dia a vida acabar e o dinheiro ficar para seus herdeiros de direito.

Será que vale a pena ficar brigando?

Compartilhe no Facebook

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *